Hal Jordan enfrenta Super-Parallax – Hyppers

Hyppers Alerta: O Texto abaixo contém spoilers de histórias ainda não lançadas no Brasil! Siga por sua própria curiosidade e risco.

Há algumas edições atrás, na revista do Superman, ele acabou encontrando com Sinestro e a entidade do medo que energiza os anéis amarelos: Parallax. A criatura o infectou por um tempo, mas na realidade ele estava tentando se esconder e enfrentar o arquirrival de Hal Jordan usando um dos seres mais poderosos do UDC!

Agora, na revista “Green Lantern #30”, escrita por Robert Venditti e desenhada por Patrick Zircher, vemos mais um pouco das consequências disso: A Tropa dos Lanternas recebe um alerta vindo do Superman sobre o que aconteceu com ele e, depois de uma leve discussão sobre quem iria até lá, foi decidido que a missão seria de Hal.

Isso por ele ter mais experiência com Sinestro e o Parallax do que qualquer outro membro da Tropa!

Quando ele Chega, encontra com o Superman e eles vão direto para o papo: Super conta que ele enfrentou Sinestro depois de encontrar Parallax, que estava dominando crianças para atraí-lo. O Super aceitou receber a entidade dentro de si para ele poupar as crianças.

Depois disso o Super conta que enfrentou o Sinestro e que Parallax estava fugindo dele. De alguma forma, Clark conseguiu derrotar o Líder da Tropa Amarela (ou melhor, líder renegado já que ele foi dado como morto), e colocar Parallax dentro de um anel.

Hal acha um pouco estranho que isso aconteça, já que é o Anel de Sinestro que estamos falando, mesmo sendo o Superman, não deveria ser fácil para isso acontecer. Nesse momento, Hal começa a ouvir uma voz estranha, de alguém pedindo por ajuda e, do nada, vemos que Superman volta a se transformar no Parallax!

Claro que Hal começa a lutar com o Super-Parallax!

E no final das contas ele termina derrotado. Entretanto, tem uma pegadinha nisso: de fato, não era contra o Parallax que ele estava brigando, mas sim com o Super e ele imaginando que a Entidade do medo o estava dominando de alguma forma.

Mas para piorar, o anel de Sinestro que tinha Parallax não está mais com ele. Alguma coisa o tirou dali sem o Superman perceber. E mais do que isso, Hector Hammond, um rival de Hal e telepata, era quem estava mandando a mensagem de socorro. Alguém o raptou e, muito provavelmente está envolvido com o sumiço de Parallax…

Depois do arco dos Novos Deuses, que no final das contas, não estava muito ligado a HQ do “Senhor Milagre”, parece que essa revista de Hal e da Tropa vai voltar para sua trilha principal. É bem provável que tudo isso que aconteça esteja ligado a Sinestro, que precisa do poder de Parallax para reerguer sua tropa (que agora está nas mãos de sua filha, Soranik Natu).

Como eu comentei na história do Superman, eu gostei bastante do conceito atrás desse confronto dele com um inimigo que não é costumeiro, entretanto, as ideias foram colocadas lá muito fugazmente, sem poder trabalhar melhor a ideia. E elas meio que são postas de lado nessa edição do Lanterna. Acho que a DC poderia ter trabalhado melhor isso pois renderia um baita de um arco divertido e inusitado.

Sinceramente, as duas revistas dos Lanternas estão muito boas atualmente. Tanto Sam Humphries como Robert Venditti manjam das Lanternarias e conseguem tocar os títulos muito bem. Continuo afirmando que vale a pena conferir as histórias se você, como eu, começou a ler os personagens com mais proximidade na fase de Johns.

Apesar da chance perdida pela editora de fazer uma HQ interessante (como no caso dos Lanternas enfrentando Mongul, um dos inimigos do Superman), ainda tem vários elementos interessantes, como um outro personagem possuido pelo Parallax e um Sinestro fugitivo e desesperado por recobrar seu status. Vamos ver se a história melhora ainda mais.

Escritor, roteirista de quadrinhos, jornalista, cozinheiro, Jogador de Magic e RPG, dentre outras façanhas incríveis e inimagináveis!

“Como estou redigindo?”