BGS 2017: Monster Hunter World traz caçadas cooperativas interessantes – Hyppers

BGS 2017: Monster Hunter World traz caçadas cooperativas interessantes

Pelas minhas caminhadas durante os dois primeiros dias de Brasil Game Show, é fácil notar que alguns jogos acabam chamando mais público do que outros: Assassins’s Creed Origins, Call of Duty WWII, Far Cry 5 são alguns exemplo. Mas admito que não esperava ver tanta gente atrás de Monster Hunter World, próximo jogo da série e primeiro para os consoles da geração atual. Obviamente eu não poderia deixar isso barato e fui atrás para ver qual que era dessa história.

A demo disponibilizada no evento nos coloca em uma partida com outros três jogadores, na qual a missão é encontrar e derrotar uma criatura específica. Não há muito tempo para configurar itens, armas ou outras opção, cada um pega um personagem e já estamos na ação. Do grupo que participei apenas um era experiente na série e nesse momento já achei que íamos acabar virando comida de algum monstro. Ou de vários.

O começo foi promissor pelo menos. Usando itens para rastreamento não demorou muito para localizarmos nosso alvo. Para quem já manja da série nenhuma novidade, mas para quem é novo tudo é bem fácil de usar, mesmo não tendo passado por nenhum tutorial. Foi assim que sem muitas delongas já estávamos em combate. Imagino que isso deva ter sido especialmente para essa demo, e talvez no jogo final esse tempo de procura possa ter uma variação maior.

A batalha foi bem divertida e bem simples. Cada um da equipe portava uma arma diferente dos quatro tipos de equipamentos. O monstro que deveríamos derrubar possuía algumas habilidades específicas e conforme tomava dano, se locomovia para outras regiões do mapa, até nos depararmos com uma luta entre dois monstros, o que beneficia bastante a vida dos jogadores. Em nenhum momento foi algo difícil, mas chuto que a dificuldade da demo não estivesse muito alta ou fosse um alvo bem dos iniciais mesmo.

Provavelmente “MH World” deve trazer diversas minúcias e detalhes para aqueles já experientes em pilhar criaturas. Mas eu, como um novato me senti empolgado com a batalha e não acredito que será um jogo proibitivo para aqueles que resolverem começar suas aventuras de caçador, especialmente em grupo. Gostaria de poder fazer outra missão, com mais tempo e até em uma dificuldade maior, para aumentar o tom do desafio. Tecnicamente, o game está lindo, os gráficos estão muito bonitos, fazendo bom uso do poderio dos consoles.

Monster Hunter World chega no dia 18 de janeiro para PlayStation 4 e Xbox One. Uma versão para PC também está confirmada, mas ainda não tem data.

Formado em design de jogos, tentando ganhar a vida com esse negócio chamado videogame. Para ele Metal Gear é a melhor série já feita e ainda acredita na volta da SEGA.