Pelo visto, a Gata Negra subiu no telhado… – Hyppers

Hyppers Alerta: O Texto abaixo contém spoilers de histórias ainda não lançadas no Brasil! Siga por sua própria curiosidade e risco.

A série pode até ter sido bem miada, mas a HQ os Defensores vai muito bem, obrigado! Com Bendis e Marquez no comando, cada edição é interessante de alguma forma!

Para começar, vemos que o Punho de Ferro comprou um prédio inteiro para a Enfermeira Noturna (a que não é a Claire Temple), por ela sempre ajudar o grupo a se curar. É interessante que ele comenta sorbe a ajuda dela durante o “Reinado Sombrio” de Norman Osborn (céus, parecem que foram há séculos atrás), e que havia prometido de fazer algo assim, mas, bem, se esqueceu!

Aí eles acabam alertados via Demolidor que o Cascavel, Willis Stryker, conseguiu fugir.

Na última edição, ele havia sido preso pelo Punho de Ferro e Jessica Jones, e acabaram levando ele no mesmo camburão que o Justiceiro estava preso (que o Demolidor e Luke tinham o prendido antes). E acontece que isso foi o fator que o ajudou a se libertar.

Veja que os dois estavam presos por pesadas algemas, do tipo que prenderiam alguém com a força do Capitão América, acredito eu. Só que Willis começa a falar com o Frank, falar muitas coisas sobre a família morta e até fazer uma insinuação sexual com a situação dele. Algo como “Depois de ver sua mulher morta, quanto tempo você levou para transar? Aposto que foi na mesma hora!”.

E aí vemos o camburão capotando!

O Diamondback acaba escapando depois de virar o furgão que os levava, ainda sem explicação de COMO isso aconteceu, e ele só não mata o Frank pois tinha que fugir!

Já os Defensores, quando descobrem isso, caem na estrada para ver se o encontram de novo. Jessica e Luke vão até uma conhecida da ex-Safira, Raindrop Lily, que é uma amiga dela há um bom tempo e já apareceu ajudando com outros casos com informações e tudo mais. Só que neste caso, ela não quer ajudar de forma nenhuma, o que indica que ou ela não sabe ou não quer se envolver mais por ser muito perigoso!

Já Danny e o Demolidor (lembrando que eles não sabem mais a identidade de Matt), ficam vigiando o Harlem. O Daredevil vai até o antigo escritório da dupla, para ver se ele conseguiria sentir alguma pista do lugar e descobre que a Elektra também esteve presente por ali!

É aí que Willis aparece no apartamento da Gata Negra. Há algum tempo, ela vem dando essa de criminosa porém, com morais. Algo semelhante à Mulher-Gato em algumas fases, que é um pouco mais Robin Hood do que só um ladrão comum. Desde o começo dos “Defensores”, vemos que o Cascavel vem lidando com a Gata com um misto de respeito e rivalidade. Ele quer que ela o ajude, mas também deseja que seja um superior, coisa que a Felícia não está muito afim de ser.

Novamente, eles tem outra conversa e quando parece que não vai levar em nada…

É isso aí, ele começa a balear a Gata Negra, o que também faz com que os heróis dos Defensores descubram o fato.

Não dá para saber se ela morreu, ainda mais que o Bendis recorreu ao mesmo gancho na edição passada de “Jessica Jones”, dando a impressão que Maria Hill havia a matado. Porém eu acho que é mais ou menos isso que aconteceu: Stryker mandou a Gata dessa para uma melhor!

Até agora a HQ é bem legal. Os desenhos de Marquez são ótimos, e se você gosta da forma como Bendis escreve seus diálogos e interage os personagens uns com os outros, é isso que você terá! A revista ainda tem alguns mistérios, sobre por exemplo quem é que está ajudando o Cascavel (que havia sido dado como morto), a tentar ser o chefão do crime.

Mais do que isso, ele tem uns super-poderes que não tinha antes e ainda não dá para entender bem como funcionam. A minha ideia é que ele seja o tipo de “Hulk Reverso”, o quanto mais a pessoa ficar com raiva dele, mais força ele tem. Então quando Luke o atacou cheio de ódio, ele transformou isso em força, mas quando lutou contra alguém mais Zen, como o Punho de Ferro, sua força foi praticamente anulada.

Isso explicaria como ele conseguiu escapar do camburão: fazendo Frank Castle o odiar tão profundamente que isso gerou uma energia enorme que ele usou para parar o transporte!

E é algo bem legal, pois isso faria ele querer mesmo ser odiado mais e mais… E temido! Acho bacana se for isso mesmo, pois vai permitir uma interação bem interessante com o vilão: alguém que você quer odiar mas não pode, pois isso justamente é o que o torna mais forte ainda!

Por enquanto, “Defensores” segue forte!

Escritor, roteirista de quadrinhos, jornalista, cozinheiro, Jogador de Magic e RPG, dentre outras façanhas incríveis e inimagináveis!"Como estou redigindo?"