Quais são as obras do “MillarWorld”? – Hyppers
Prev1 of 17
Use your ← → (arrow) keys to browse

No começo dessa semana, muitos fã de quadrinhos ficaram surpresos ao descobrir que o selo MillarWorld, lançado pelo roteirista Mark Millar, foi adquirido pela gigante de streamming Netflix. A compra dos direitos também envolve futuras produções do selo, que pode virar uma editora própria sobre controle de Millar e da Netflix e lançar novas revistas, com alto potencial para virarem séries e filmes originais da empresa.

Nesta mesma semana, recebemos, como uma bomba, outra notícia: a Disney decidiu criar seu próprio serviço de streamming para competir com a Netflix, Amazon, e outras empresas que estão seguindo por este caminho. Ela iria retirar todos os seus títulos do catálogo da Netflix e lançar em seu próprio futuro serviço (apesar do Brasil, inicialmente, não ser afetado por isso).

Isso gerou um enorme nó na cabeça dos fãs, que não sabem como vai ser com séries como as da Marvel, que estão sendo produzidas pela Netflix. É possível que elas ainda sejam feitas, publicadas e disponibilizadas por um certo tempo e que a Disney pague alguma multa ou valor para a Netflix para que essas passem para seu acervo.

Dito isso, muita gente agora está entendendo melhor o movimento da Netflix em comprar a MillarWorld: ter acesso a conteúdo variado de quadrinhos para desenvolver suas próprias atrações, sem precisar ficar dependendo de acordos com outras empresas. Além disso, com uma editora, eles podem publicar revistas e ver quais as que agradam o público para então transformá-las em filmes e séries.

Mas para você, que não manja tanto assim deste “universo” das HQs deve estar se perguntando, o que diabos é a “MillarWorld”?

Bom, para ser mais preciso, são todas criações de Mark Millar, um escritor escocês com mais de 25 anos de carreira e que, com o tempo, já escreveu os mais variados personagens da DC e da Marvel e é o favorito de muitos leitores. Com o tempo, Millar decidiu investir em suas próprias histórias, as publicando em várias editoras, como a Image, Marvel Icon e Top Cow.

E essa linha de pensamento deu muito certo (tanto que a compra taí e não me deixa mentir), sendo que seu estilo meio cinematográfico de escrever é visto por muitos de Hollywood como um “extra” facilitador para se adaptar as histórias.

Caso você queira descobrir quais são os títulos que compõem a MillarWorld e o que a Netflix pode fazer com eles, essa matéria que você precisa ler! Então, clique na seta e vamos conferir um pouco mais sobre as obras de Mark Millar!

Prev1 of 17
Use your ← → (arrow) keys to browse

Escritor, roteirista de quadrinhos, jornalista, cozinheiro, Jogador de Magic e RPG, dentre outras façanhas incríveis e inimagináveis!"Como estou redigindo?"