Cinco minutos com Rafael Albuquerque

Bumblebee terá novo visual em Transformers 5
05/06/2016
Mais informações sobre a nova linha VANS/Nintendo
05/06/2016

Cinco minutos com Rafael Albuquerque

Olá hyppers!

Essa é a minha primeira matéria para vocês e como já quero chegar abrindo com chave de ouro, decidi convidar um dos melhores quadrinistas do mundo pra ser meu entrevistado!
E olhem só que coisa, ele é brasileiro!

Em 2015 tive a oportunidade de conhecer o Rafael Albuquerque, se você gosta de quadrinhos já ouviu o nome dele circulando entre os maiores do mundo, afinal de contas, é exatamente isso que ele é.
Tive a oportunidade de conhecê-lo na CCXP 2015 e encontrei-o em outras vezes que estive em Porto Alegre, sujeito bem humorado, de personalidade forte e bom gosto musical, Rafael passa os dias na Stout Club, editora da qual é sócio, desenhando e tocando seu violão, canhoto, diga-se de passagem.

Rafael boa gente como é, quando lhe perguntei se poderia entrevistá-lo para a estreia do site, aceitou de cara, na maior simplicidade.

Pra conhecer mais sobre esse cara que é praticamente um patrimônio nacional, leia a entrevista, aproveita que ele dá umas dicas aqui, pra você que pretende trabalhar com quadrinhos e pra você que não sabe por onde começar!

Hyppers: Qual foi o seu primeiro contato com quadrinhos?
RA: Não lembro, faz tempo. Mas lembro bem de como comecei a gostar de heróis. Eu assistia Super Amigos na TV, e lembro que por causa disso meus pais compraram uns posteres legais pra colocar no meu quarto. Lembro bem que eram os desenhos clássicos do Superman, Batman, Mulher Maravilha, que foram feitos pelo Garcia Lopez, e desde então comecei a gostar de tudo relacionado a isso. Tentava copiar os desenhos dele. Isso deve ter eventualmente me levado pros gibis.

Hyppers: Como está sendo desenhar a batgirl, principalmente nesse momento em que a mulher está cada vez mais empoderada, é uma preocupação sua retratar isso?
RA: Sim, super me preocupo. Acho muito legal que primeiramente, quem está escrevendo é uma mulher, a Hope Larson, então ela já coloca muito disso na história. A própria história que estamos fazendo é sobre isso. Ela viajando o mundo e tentando aprender a se tornar uma heroína mais forte e mais completa, sem ter a sombra do Batman sobre seu papel. Acho a Batgirl uma grande personagem por isso, inclusive. Ela tem o jeito dela. É meio pária dentro da “família batman” mas acaba encontrando o seu próprio jeito de lidar com as coisas.

Hyppers: O que é e como surgiu a stout?
RA: Foi meio bizarro. O designer Rafael Scavone, eu e minha namorada, a Deb Dorneles, que é fotografa, queríamos achar uma desculpa para colaborar de algum jeito com artistas que admirávamos e que ao longo do tempo acabaram se tornando amigos. Começamos como um site de variedades sobre arte em geral, visões dos artistas de diversas áreas falando sobre sua visão e processo de trabalho, e isso tudo acabou tomando um rumo diferente do que imaginávamos. A Deb decidiu seguir outro rumo, focar em seu novo estúdio de fotografia, e então convidamos nosso amigo músico Thedy Correa, para colaborar com a gente. Fomos percebendo mais e mais que o que nos unia era de fato os quadrinhos e então decidimos focar na edição e criação de HQs. Hoje somos uma editora que está tentando fazer um material diferente, mais pessoal talvez, basicamente, publicando quadrinhos que gostariamos de ler.

rafaelalbuquerque
Imagem: Rafael Albuquerque / DC Comics

Hyppers: Qual o próximo lançamento da stout? O que podemos esperar?
RA: O Stout tem diversos projetos para este ano, e uma recente parceria com a editora Panini, está viabilizando muitas coisas. Podemos esperar um livro inédito chamado “O SEGREDO DA FLORESTA”, escrito pelo Thedy e ilustrado pelo prodígio Felipe Nunes (Klaus, Dodô), além disso Eduardo Medeiros (Sopa de Salsicha) trabalha no segundo volume de Open Bar, série iniciada ano passado, e Roger Cruz vai relançar Xampu vol1, e em seguida teremos a continuação, ainda para este ano também. Cain, de Ricardo Barreiro e Eduardo Risso (100 Balas) deve ser republicado aqui, até o fim do ano. Algumas outras coisas ainda estão em desenvolvimento também, mas não temos ainda uma previsão concreta para lançamento.

Hyppers: Qual projeto vc mais gostou de fazer?
RA: Estou adorando a idéia de editar livros. É uma parte do processo que nunca tinha feito e amplia bastante minha visão a respeito de fazer quadrinhos. Estou bem orgulhoso do que estamos fazendo em O Segredo da Floresta, especialmente.

Hyppers: Qual a diferença entre a indústria atual dos quadrinhos e de quando você começou a desenhar?
RA: Não sinto uma grande diferença. Acho que talvez, o que eu mais perceba é que as editoras estão percebendo novos públicos e acho isso bom. Veja só. Batgirl foi um sucesso. Spider Gwen foi um sucesso.Saga, Bitch Planet… Black Panther foi a revista mais vendida nos EUA esse mês. Anos atrás, duvido que qualquer editora apostaria em títulos assim.

Hyppers: Fale um pouco sobre a indicação ao Eisner esse ano
RA: Surpeendente! Fico especialmente feliz em ser reconhecido por dois trabalhos autorais. Eight e Huck. Sempre gostei muito de fazer capas e realmente tento fazer algo diferente toda a vez. Ver a industria reconhecendo isso é muito gratificante.

rafaelalbuquerque2
Imagem: Rafael Albuquerque / DC Comics

Hyppers: Os editores tem alguma interferência no seu trabalho ou você tem liberdade para lidar com o personagem como desejar?
RA: Os editores tem um papel fundamental, e tenho sorte em trabalhar com os melhores. Eles me dão bastante liberdade em como eu faço o meu trabalho, mas também, apontam erros, ou caminhos para deixar aquilo melhor. Entendem o que eu quero fazer e me direcionam para conseguir chegar lá.

Hyppers: Qual o próximo evento que você vai participar?
RA: Estou indo para Charlotte, agora em junho, para a Heroes Con. Depois San Diego, Boston, Guayaquil, NY e São Paulo.

Hyppers: Qual seu herói favorito?
RA: Acho difícil bater o Batman. Sempre gostei e sempre me senti muito confortável desenhando ele.

Hyppers: Pode indicar um artista e um quadrinho? (nacional ou gringo, pode ser mais de um também)
RA: Greg Tocchini. Um dos melhores artistas que eu já vi. Brasileiro e grande pessoa. Vou indicar LOW, desenhada pelo Greg e escrita por outro amigo, Rick Remender, ótima série.

rafaelalbuquerque3
Imagem: Rafael Albuquerque / Vertigo

Hyppers: Pode indicar um som?
RA: Qualquer coisa do Led.

Hyppers: Uma dica pra quem está começando, o que é essencial pra ser um bom quadrinista?
RA: Desenhar, publicar e não voltar pra ficar arrumando. Leva a crítica, e faz outra coisa. Muitas vezes a gente só consegue ver onde errou quando passa pra outro projeto e quando olha o anterior, você percebe o quanto evoluiu.

Esse foi o Rafael Albuquerque e pra aproveitar vou deixar aqui os links pra vocês que estiverem interessados em saber um pouco mais! Inclusive pra conhecerem os indicados e votarem no prêmio Eisner desse ano!

Stout Club: https://www.instagram.com/stoutclub/
Albuquerque: https://www.instagram.com/rafaelalbuquerque81/
Scavone: https://www.instagram.com/rafaelscavone/
Votação Eisner Award: http://www.eisnervote.com/


Fabi Marques